segunda-feira, 3 de junho de 2013

Quando as comadres estão de costas as verdades sabem-se.

Sim, nós podemos... redistribuir riqueza! Sim, nós podemos... ignorar a Constituição. Sim, nós podemos... destruir este país.

As seguintes palavras não são minhas:

Já ouvi mais de Bush, pedindo o meu conselho, do que ouvi de Obama. Não tenho relacionamento nenhum com o Presidente — mesmo nenhum. Obama não sabe ser presidente. Ele não sabe como o mundo trabalha. Ele é incompetente. É um amador!

Juram-se a pés juntos que estas palavras foram proferidas em ira por Bill Clinton, durante uma reunião em Chappaqua, em relação ao presente presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein Obama. Clinton e Obama estão no mesmo partido, e Obama beneficiou em idos de 2008 e de 2012 de uma ajudinha e de um apoio bem merecido do Bill Clinton.

Para quem quiser conferir, o artigo no New York Post é assinado por Edward Klein.

Iguais incompetentes, com iguais socialismos e humidíssimos sonhos para o Estado Controleiro™, continuam a governar Portugal.